Casamento Cris e Dan

Casamento é sempre marcante e sempre me envolvo com a história dos casais,
isso me encanta. Romance, encontros, amor!

mesaeafins_festas_casamento_cris-dan-04
Desde a primeira reunião me identifiquei com a Cris e o Dan, houve sintonia imediata.
E quando isso acontece tudo flui.

Me encantei com a casa do Dan repleta de recordações para eles e concordei que poderíamos transformá-la. Assim fizemos, trabalho com a cooperação deles, da irmã e de uma prima. O resultado foi este, uma festa alegre, cheia de surpresas e emoção…

Confira o álbum completo, clique aqui.

Festa de Princesa, 15 anos da Larissa

Local: Buffet Mediterrâneo Mansão Premium Araci
Assessoria: Celia Mineiro e Camila Chaves

Confira o álbum completo, clique aqui!

Conheça alguns tipos de assessoria

Ficou noiva? Marcou a data? E agora, por onde começar?

Chegou a hora de pensar, procurar e optar por uma assessoria!

Como todas as escolhas a decisão deve ser tomada após uma identificação pessoal e bilateral.
Lembre-se, dependendo do que escolhe, a assessoria poderá ser completa, parcial ou básica.
Em qualquer uma delas haverão muitos encontros, decisões, e ponderações para que a sintonia seja total!

Muitas qualidades serão necessárias:

Calma, equilíbrio e ponderação, pois existirão muitos momentos que “alguém” deverá interferir, fazendo valer estas qualidades imprescindíveis em momentos de “estresse”.
E como é fácil isso acontecer por qualquer motivo por menor que ele seja, queremos que tudo corra bem, ainda mais em situações que sonhamos, pensamos, investimos…

Um pouco sobre o conceito de assessor:

“Assessor é um substantivo masculino com origem no termo em latim assessore, e que significa ajudante, auxiliador, assistente, conselheiro… é alguém que assessora uma pessoa ou organização em uma determinada área ou tarefa.”

Tipos de assessoria:

  • Assessoria completa: começa quando fica-se noivo/a. Quando já existem ideias, referências, vontades, sonhos… O primeiro passo  é definir o número de convidados,em seguida  o valor que pretenderão investir (budget). Feito isso  a assessora começará uma busca por espaços, observando número de pessoas, analisando  custo X benefício, adequado para o  orçamento definido. Em seguida montará um  cronograma, definindo a gastronomia e a decoração.
  • Assessoria parcial: analisa os contratos, alinha os  detalhes definindo-os com os fornecedores já fechados!
  • Assessoria básica: cuida dos últimos 2 ou 3 meses, antes do casamento. Organiza cronograma com todos os profissionais, analisando contratos, esclarecendo os fornecedores que tenham eventuais dúvidas.
    A preocupação nesta fase é que os noivos tenham mais tempo para curtir os detalhes finais com tranquilidade.
  • Assessoria por um dia: como o próprio nome diz, começa no dia da festa, para reforçar ou organizar toda a cerimônia.

Precisando de assessoria para sua festa, evento, happy hour ou confraternização?
Escreva com seu pedido para conversarmos: contato@mesaeafins.com.br

Siga nosso perfil no Instagram: mesaeafins
Curta e acompanhe nossa Fan Page: fb.com/mesaeafins
E claro, visite sempre nosso site: www.mesaeafins.com.br

Será um prazer receber seu contato!

Grande abraço,
Célia Mineiro

Fórum sobre o Luxo e a Arte – na Pinacoteca de São Paulo

Temos muito orgulho deste trabalho, realizado para o Fórum da MCF Consultoria, com Carlos Ferreirinha na Pinacoteca do Estado que tratou do tema “O Luxo e a Arte como inspiração no cenário atual”, realizado em 10/Agosto!

mesaeafins_pinacoteca_01

Foi inspirador e ficou lindo! Confira mais algumas fotos abaixo:

Agradecemos o desenvolvimento, que contou com grandes parceiros em uma sintonia incrível: com a Priscila Simei do Estúdio Corujas, a MCF Consultoria, à D. Filipa, Ssimplesmente e ao fotografo, Danilo Giunchetti!

Veja todas as fotos no álbum da nossa Fan Page no Facebook:
www.fb.com/mesaeafins

Um chá de Bebê com muito amor 

Logo que a chegada da Valentina foi anunciada as comemorações começaram…

E para mim a notícia veio acompanhada do convite para fazer o Chá de Bebê.

Com muita alegria, mamãe Kelly, eu e os fornecedores envolvidos trocamos informações, separamos referências, idealizamos e criamos o projeto ao longo destes meses. A proposta central foi o tema com a ovelhinha que a mamãe Kelly definiu desde o início.

O resultado está aí.

Eu amei, e vocês?
Chá de Bebê da Valentina 
Decor e Assessoria: Celia Mineiro
Comunicação Visual: Estúdio Corujas
Doces e bolo: Soul Sweet e Sweet Carolina
Comidinhas: Liga Gastronômica
Fotografia: Danilo Giunchetti

Lançamento da marca Bandage à Porter

Lançamento da marca Bandage à Porter: tudo de mais atual na moda feminina!
Confeccionam calças flare de bandagem, moda mix: vestidos, blusas, etc.

Decoração e Assessoria Célia Mineiro e Mesa & Afins!

Confira abaixo mais fotos do lançamento:

Gostou? Entre em contato com: bandageaporter@gmail.com

Facebook: www.fb.com/bandageaporter
Instagram: www.instagram.com/bandageaporter

 

O bufê vai ao condomínio

Confira a matéria publicada no portal iCondominial com a participação de Célia Mineiro!

Opções diferenciadas, unir tema da festa ao cardápio e bom custo-benefício podem justificar contratação do serviço

Preparar uma festa no salão do condomínio pode ser uma tarefa bastante divertida – e saborosa – levando-se em conta as várias opções de bufês que podem ir até o local. Do rodízio de pizza à comida japonesa e crepes doces e salgados feitos na hora, contratar os serviços de uma empresa especializada significa ter mais tempo para, por exemplo, pensar em outros itens que tenham a ver com a temática da festa.

É necessário, porém, analisar com cuidado se a contratação de tal serviço vai realmente compensar.

De acordo com Célia Mineiro, do Mesa e Afins, se o grupo de convidados for pequeno pode-se fazer tudo em casa mesmo. “Mas acima de 15 ou 20 pessoas o ideal é contratar um serviço de bufê. E vale a pena usar a criatividade para combinar o material que eles usarão com o restante da festa”, sugere.

Cardápios versus Temática

Há no mercado hoje em dia grande variedade de bufês com comidas típicas de algumas regiões do globo. Imagine, por exemplo, contratar um de comida mexicana, árabe ou italiana e combinar o cardápio com a decoração?

“A escolha de festas temáticas é sempre muito interessante, pois nelas pode-se combinar a comida, a bebida, a música e a decoração, de tal forma que tudo se harmonize. Inspire-se em revistas, livros, internet, troque ideias e pense em tudo o que lembrar o tema para criar: cor, flores, comida, música, bebida, costumes. Com certeza o resultado  será maravilhoso”, opina Célia.

Custo-benefício

Em geral, os bufês aceitam servir em condomínio a partir de um número mínimo de pessoas pagantes. No caso do Le Crep este número é 30, com valor inicial de R$ 45,00 por pessoa.

“O cardápio do bufê é bem variado e vai desde refeições tradicionais até crepes. O convidado se dirige à mesa e solicita o alimento escolhido. Ali mesmo ele se serve de saladas, molhos e temperos e volta para seu lugar. Assim sendo, todo material necessário (pratos, copos, talheres, guardanapos etc.) é disponibilizado de forma coletiva pelo bufê”, explica Caio Correa Leocata.

No caso do Buffet Efraim, que serve, entre outras opções, a alternativa de churrasco em corte ou espetinho, a média de preços por pessoa é de R$ 55,00 para o bufê de churrasco.

William Adão, coordenador de eventos do Buffet Efraim, explica que o principal diferencial da empresa é que, independente das condições do local onde será realizada a confraternização, o bufê está preparado para realizar o atendimento.

“O cliente não precisa se preocupar com nada, temos toda a estrutura para condomínios e demais espaços, como mesas desmontáveis, fogão portátil, coolers, entre outros materiais essenciais para ambientes que não possuem geladeiras, fogões ou tem pouco espaço.”

E as bebidas?

As bebidas costumam ser cobradas à parte e o custo varia de acordo com a opção (água, refrigerantes ou cerveja). Como os bufês costumam disponibilizar os copos – de plástico ou não, de acordo com o combinado previamente – é preciso fazer as contas para ver se compensa mais contratar ou comprar as garrafas e apenas utilizar a estrutura da empresa para servir.

O cálculo recomendável é uma garrafa de cerveja por convidado em uma festa onde haverá somente cerveja, refrigerantes e água; 600 ml de refrigerante por pessoa no caso de haver apenas refrigerantes e água; e 200 ml de água também por pessoa. Ou seja, se o custo individual do bufê para esta quantidade for maior do que o do mercado, então é mais válido comprar fora e aproveitar a estrutura.

Escolha o cardápio

  • Bufê de crepes: Tradicional, mas ainda assim costuma ser delicioso. Os cardápios variam de acordo com a empresa e o preço, mas normalmente há uma salada de entrada e algumas opções de crepes doces como sobremesa. 
  • Rodízio de pizzas: Este tipo de rodízio costuma agradar a todos os gostos e a estrutura pode ser bastante simples, afinal, pizza dá para comer até em pé, no guardanapo. O cardápio também varia, mas sabores tradicionais como muçarela, marguerita e calabresa normalmente estão garantidos.
  •  Comida de boteco: Quem quer algo com um “ar” mais informal pode contratar uma empresa que sirva comida de boteco. Neste caso, os cardápios podem ter feijoada, bolinhos e quitutes, entre outras iguarias típicas.
  • Comida japonesa: Para as festas onde os convidados apreciam sushis e sashimis uma boa pedida é contratar um bufê de comida japonesa. O cardápio varia de acordo com o preço, mas pode incluir temakis, peixes como salmão e também yakissoba.

Imagem: Cam.bbc

Matéria publicada em 10/agosto/2015 no portal iCondominial com a participação de Célia Mineiro!

O Luxo e a Arte como inspiração no cenário atual

Convite especial: segunda-feira, 10 de Agosto!
Palestra “Como Aplicar os Diferenciais do Luxo no Momento da Crise?” com Carlos Ferreirinha na Pinacoteca do Estado!

Eu, Celia Mineiro e a Mesa & Afins participamos juntos com a querida Priscila Simei do Estúdio Corujas para um espaço com experiências decoradas por nós! Além disso, a palestra conta com grandes nomes e excelentes profissionais da área de MKT. Será o dia todo e para quem se interessar, segue abaixo a programação. Vamos? Esperamos vocês!

Inscrições diretamente no site da MCF Consultoria.

mesaeafins_pinacoteca-evento_luxo-crise_01 mesaeafins_pinacoteca-evento_luxo-crise_02mesaeafins_pinacoteca-evento_luxo-crise_03mesaeafins_pinacoteca-evento_luxo-crise_04mesaeafins_pinacoteca-evento_luxo-crise_05mesaeafins_pinacoteca-evento_luxo-crise_06

Show Room Dila Mix

Grande venda no showroom Dila Mix, com preços incríveis!
A Mesa&Afins e o Estúdio Corujas apoiam e participam do evento.

Estão todos convidados, vamos participar?

Mesa & Afins - Showroom Dila Mix

De segunda à sexta, das 10h às 19h, na Rua Oscar Freire, 2250 – 3º andar, cj 307.
(entre a Rua Galeano e Rua Cardeal Arco Verde – próximo Metro Sumaré).

Vintage fazendo a diferença

Confira a matéria publicada na revista Arquitetura e Decoração/Minha Área com a participação de Célia Mineiro!

Usar peças antigas na decoração – e mantê-las sempre em bom estado – pode dar um charme especial ao ambiente

É inegável o charme que algumas peças mais antigas podem dar a uma decoração moderna, e não há quem não se sinta minimamente atraído – ou curioso – ao se deparar com algo no estilo vintage, aquele relacionado aos anos entre 1920 e 1960.

mesaeafins - Vintage fazendo a diferença
Quem tem a sorte de ter herdado alguma peça mais antiga pode aproveitar para inseri-la na decoração sem medo. Pode ser aquela cadeira de balanços que era da vovó ou um lustre que fará toda a diferença na sala. E se não tiver ganhado algo do tipo, a opção é garimpar em lojas especializadas. É o caso da Osvaldo Antiguidades, que fica em São Paulo e também procura utilizar o que chama de “vocação retrô” no trabalho dos designers. A loja informa que os móveis vintage são a “dica da hora” e uma ótima pedida para qualquer ambiente.

“Para criar estilo vintage na sua casa, dê preferência aos móveis clássicos, com formas arredondadas, e aos tons apagados e neutros como o rosa antigo, dourado e branco. Alguns são essenciais em qualquer casa e na decoração vintage: mesas, cadeiras e um armário (ou cristaleira).”

Como conservar

A consultora Célia Mineiro, da Mesa e Afins, explica que para se conservar bem uma peça mais antiga e fazer com que ela dure bastante é preciso, primeiramente, considerar o local onde será disposta.

“No caso dos móveis, a primeira dica é buscar um lugar em que a peça não fique exposta ao sol ou, ainda, usar cortinas. O excesso de calor é nocivo ao material, que perde umidade e começa a entortar”, explica.

A água também pode ser uma vilã para as peças de madeira, que absorvem a umidade gerando mofo. “O ideal não é jogar a água em cima ao limpar, e sim umedecer com um pano. A atenção deve ser redobrada no caso dos móveis com acabamento em melamina, pois ela é colada e pode começar a se soltar com o excesso de água.”

Para evitar mofo, a sugestão é deixar os móveis afastados cerca de dois ou três centímetros da parede, permitindo a circulação de ar e evitando que, caso a alvenaria comece a “suar”, a madeira fique úmida.

Para deixar sempre em dia

  • O ideal para limpar móveis é usar sabão neutro, como detergente de louças, e um pano ou esponja úmidos. A dica vale para as partes em madeira ou prensados e também para puxadores e superfícies metálicas
  • Não é aconselhável usar álcool, pois nunca se consegue passá-lo de forma 100% uniforme. As partes de vidro devem ser limpas com produto apropriado
  • Para as partes cromadas, use cera automotiva ou vaselina líquida, que dão brilho, e no caso das peças feitas de ferro serve também para evitar a ferrugem. A vaselina ainda serve para corrediças e trilhos, onde ajuda na leveza do deslizamento
  • Se tiver dúvidas, vale procurar uma loja ou consultor especializado antes de arriscar usar um produto errado e estragar a madeira ou outro material do qual sua peça vintage é feita

Matéria publicada em 10/julho/2015 na revista Arquitetura e Decoração/Minha Área com a participação de Célia Mineiro!